Permanecer muito tempo na mesma posição pode resultar em escaras, lesões que formam uma ferida e consomem as camadas superficiais da pele, sendo mais comuns na região do quadril.

Além da ferida em si, a abertura na pele pode ocasionar infecções, uma vez que bactérias podem entrar na área exposta, trazendo riscos para a saúde.

A escara possui quatro categorias, variando conforme o grau de lesão, sendo que na terceira e na quarta já não é mais possível tratar com pomadas e curativos, devido à ferida estar muito próxima do osso.

Nesses casos, o mais indicado é uma cirurgia de desbridamento, retirando o tecido morto da região, higienizando a área e aplicando um enxerto de pele, cicatrizando o local de forma mais rápida.